quarta-feira, 2 de junho de 2010

Salve o código florestal brasileiro

Esta manhã recebi um e-mail me informando que o agronegócio é o responsável por revisar o Código Florestal Brasileiro, o que é uma ABSURDO, e realmente acontece.
Um grupo de ruralistas está tentando destruir a legislação ambiental, reduzindo dramaticamente o tamanho das reservas ambientais. Isso lhes daria o direito de cortar 30% mais árvores na Amazônia e daria anistia a crimes ambientais. Nós precisamos mostrar nossa indignação e dizer a eles que o Brasil precisa de mais preservação, e não de desmatamento! Assine a petiçåo para salvar o Código no link abaixo:
http://www.avaaz.org/po/salve_codigo_florestal/98.php?cl_taf_sign=6bt91po6



As propostas absurdas incluem:
* Reduzir a Reserva Legal na Amazônia de 80% para 50%
* Reduzir as Áreas de Preservação Permanente como margens de rios e lagoas, encostas e topos de morro;
* Anistia aos crimes ambientais, sem tornar o reflorestamento da área uma obrigação;
* Transferir a legislação ambiental para o nível estatal, removendo o controle federal.
Essa não é uma escolha entre ambientalismo e desenvolvimento, um estudo recente mostra que o Brasil ainda tem 100 milhões de hectares de terra disponíveis para a agricultura, sem ter que desmatar um único hectare da Amazônia.
A proteção das florestas e comunidades rurais depende do Código Florestal, assim como a prevenção das mudanças climáticas e a luta contra a desigualdade do campo. Assine a petição para salvar o Código Florestal e depois divulgue!

1 comentários:

MENEZES disse...

O Aldo Rebelo, já está fazendo isso! Aquele canalha!